Vinho Verde: Um Português com a cara do Brasil

Eles não são feitos de uvas não amadurecidas, e nem são da cor verde. Tem este nome porque são feitos unicamente numa região de natureza verdejante ao noroeste de Portugal, entre os rios Douro e Minho. Esta região, que é uma Denominação de Origem Controlada, ficou conhecida através dos tempos como Região dos Vinhos Verdes, nome que se reflete também no caráter destes vinhos joviais, refrescantes, aromáticos, medianamente alcoólicos e perfeitos para o clima quente. Talvez por isso também tenha caído cada vez mais no gosto do brasileiro, que já é o 4º maior importador no mundo. Quanto à harmonização, sendo leves mas com personalidade, este vinhos, que podem ser brancos (os mais afamados), rosados ou tintos, combinam com muitos pratos, principalmente com a culinária Minhota, quando pensamos numa perfeita harmonização cultural com a comida da região de origem. Atualmente, descobriu-se também a vocação perfeita dos Vinhos Verdes brancos tranquilos ou espumantes para acompanhar a comida japonesa. Os rosados, raros por aqui, são par perfeito para sobremesas a base de frutas vermelhas. E os tintos, são escolta para bacalhaus, carnes suínas e cordeiros. A seguir, uma receita compilada pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, dentro do projeto de divulgação dos vinhos de Portugal, que tem visitado várias cidades brasileiras. Muito fácil de fazer e altamente recomendada para ser harmonizada com um Vinho Verde das uvas Azal e Arinto, como por exemplo o Quinta de Linhares DOC, (wine.com.br), que tem rótulos varietais de ambas as uvas, ou um corte de ambas mais Trajadura, no Escolha Azul Portugal DOC (decanter.com.br)

Bolsa Crocante de Bacalhau em Molho de Tomate e Coentros.

Ingredientes para 4 pessoas:

  • 4 folhas de massa folhada
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 400 g de bacalhau dessalgado desfiado
  • 100 ml de leite
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebolas média branca picada
  • 100 g de cenoura em tiras finas
  • 300 ml de molho fresco de tomate
  • I colher de sobremesa de salsa e coentro picadinhos

Preparo:

Leve ao fogo o azeite, a cebola e o alho para dourar. Junte a cenoura, em seguida o bacalhau. Tampe e deixe cozinhar em fogo lento. Retire e recheie as folhas, formando uma trouxinha e fechando com a ajuda de um palito. Pincele-as com manteiga e leve ao forno brando para alourar. Ponha o molho de tomate não muito quente no centro do prato e no meio ponha cada bolsinha. Salpique com a mistura de salsa e coentro.

vinho verde

receita col 97

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s