Imagem com Título

Nem só de caipirinhas e cervejas vive o verão. Não tão doce e alcoólico como as primeiras, mais versátil e gastronômico que as segundas, o vinho vem ocupando a cada dia, um lugar…ao sol. Mas são muitos os estilos desta bebida, e ao escolher qual combina mais com o calor, uma dica é valiosa: menos é mais.

Pensemos então em vinhos com menos taninos, menos corpo e potência, menos estágio em madeira, menos álcool. E de modo oposto em vinhos com mais acidez, mais fruta, mais juventude e elegância.

Os vinhos brancos, sejam espumantes, frisantes ou “calmos”, são naturalmente mais leves; companhia perfeita para saladas, pratos ligeiros, fingers foods, frutos do mar e carnes brancas grelhadas. Por serem elaborados com uvas brancas (exceção feita aos “blanc de noirs”- vinhos brancos feitos com uvas tintas), eles contêm pouco ou nenhum tanino  e assim  são pouco adstringentes, necessitando menos gordura no prato para contrabalançar. Os aromas são convidativos, lembrando frutas tropicais ou brancas, flores, às vezes mel e pão. Como exemplo de tipos de uvas que resultam em vinhos com este perfil, temos a Sauvignon Blanc, a Chardonnay, Torrontés, Riesling, Viognier, Pinot Grigio e Alvarinho.

Os rosês oferecem uma ampla variedade de maravilhosos tons rosados, de concentração e corpo, dependendo das uvas usadas (sempre tintas, preferencialmente as menos tânicas) e do tempo de maceração antes da fermentação (em geral, no máximo 24 horas em contato com as cascas, para não resultar num vinho tinto). Por serem o meio termo entre os vinhos, são também os mais versáteis na harmonização. Vão bem com peixes mais gordos, como salmão ou atum, legumes salteados, queijos amarelos, iguaria orientais e são perfeitos com paella. Rioja e Penedés, na Espanha, Douro e Dão, em Portugal, e a mais conceituada região especialista em roses no mundo, a Provence, no sul da França, são ótimas  expressões.

E para a grande maioria que não abre mão dos vinhos tintos, mesmo longe do ar condicionado, é só escolher entre as uvas igualmente menos tânicas e potentes, de preferência de países produtores com clima mais temperado, mais do Velho e menos do Novo Mundo.  Pinot Noir, Merlot, Tempranillo, Carmenére, Grenache, Cabernet Franc, Baga, Sangiovese… são opções amigáveis no verão. Mas atenção, este não é o momento para os vinhos reserva ou envelhecidos, e sim para tintos de safra jovem, com caráter frutado e uma acidez refrescante.

Finalmente, um detalhe que faz toda a diferença: a temperatura de serviço. Muitas pessoas bebem brancos e rosês gelados demais (cerca de 4 graus, a temperatura da sua geladeira) e tintos muito quentes. No primeiro caso, o aroma se perde e a acidez ressalta, deixando uma sensação de amargor. No segundo, o vinho fica pesado, o álcool se pronuncia e em seguida a bebida se torna enjoativa, uma geléia morna de fruta. ESQUEÇA a  “temperatura ambiente”, que alguém bem intencionado na mesa, insiste em repetir e até tira onda, dizendo que o tinto tem que ser “chambré”.  Pois nem na França, berço da antiga expressão, isso se usa mais, já que a maioria das casas e restaurantes tem calefação e mantêm a temperatura na casa dos 21 graus, quente demais para a bebida. Pegue o seu balde de gelo, a melhor forma de controlar a temperatura do seu vinho à sua frente, e sem a chatice de ficar usando um termômetro a todo instante, use a intuição e observe se o vinho exala seus aromas e desce redondo, equilibrado, agradável. Para isso, num ambiente mais quente, os brancos e rosados devem estar a uns 7 graus, e os tintos, a 14 graus. Com a prática, a coisa vai ficando mais fácil.

Foto

Aí é só erguer um “caloroso” brinde e curtir o privilégio de ter esta estrela de 5a grandeza e 1ª magnitude, bem perto de nós. Afinal, tudo gira em torno do Sol.

 Publicado na Revista Xeque Mate em Janeiro/2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s