Cosa Nostra

Os amigos Dr. Beto e Ana Alice da Pousada Bosque dos Lagos, um delicioso refúgio aqui bem pertinho, em Azurita, nos receberam para contar uma não menos deliciosa novidade, em fase final de gestação: o novo restaurante do local, que inaugura em breve e será comandado pela Chef Ana Sena, diplomada com louvor pelo Senac. O “Cosa Nostra”  terá uma cozinha “fusion”, entre a Itália e as Minas Gerais, com um ambiente pra lá de aconchegante e original, cercado por muito verde. Teremos a honra e o prazer de assessorá-los no planejamento de marketing e na carta de vinhos. Por falar nisso, o Beto não deixou por menos: nos recepcionou com 2 garrafas de um interessante tinto chileno que harmonizou perfeitamente com o risoto de linguiça, salada verde  e batatas rosti, numa pequena amostra do que vem por aí  no Cosa Nostra. A receita exclusiva do risoto e a  ficha do vinho estão  logo a seguir.

Risoto de lingüiça flambada na cachaça (pela Chef Ana Sena)

250 g de arroz para risoto carnaroli
40 g de azeite
1 cebola repicada
2 dentes de alho repicados
100 ml de cachaça de qualidade (50ml  para o arroz e 5 ml para flambar a linguiça)
1 litro de caldo de legumes (de preferência artesanal)
200 g de linguiça caseira defumada picada
Pimenta do reino a gosto
Sal a gosto
50 g de manteiga
50 g de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

Puxe o alho e a cebola no azeite,acrescente o arroz até ficar levemente dourado.Abaixe o fogo e junte a cachaça.Quando o alcool evaporar,adicione o fundo de legumes aos poucos,mexendo sempre e cozinhe até o ponto desejado. À parte, flambe a linguiça na cachaça  e adicione ao arroz,acerte o sal e a pimenta.Retire a panela do fogo,adicione a manteiga e misture bem.Sirva em seguida ,polvilhado com o queijo parmesão ralado (grosso)

O vinho: Anka Pargua 2007

Um típico tinto chileno suculento e maduro, mas com um blend não muito comum, que resulta numa profusão de aromas de carvalho tostado, especiarias e  compotas de frutas negras.  A mistura inusitada tem 30% de Cabernet Franc, 27% de Cabernet Sauvignon, 24% Merlot, 11% Syrah, Petit Verdot 6% e 2% Carmenère, todas bem maduras e de cultivo orgânico. O vinho tem produção limitada (só  2500 caixas). É potente, tem 14,2 % de álcool, com taninos marcantes mas bem  integrados. Excelente companhia para carnes com molhos densos e bem temperados.  Faixa de preço: R$ 50,00

os vinhos foram refrescados na fonte do jardim do restaurante. (Como diz aquela campanha publicitária: “precisar, não precisa…” mas…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s