Precioso líquido

Água mineral… é tudo igual? Sobre a quantidade, já sabemos, é bom tomarmos pelo menos 2 litros por dia. E quanto à qualidade? Aprenda a ler nos rótulos, os diversos tipos de água, segundo a sua composição química natural. E confira a seguir as principais propriedades benéficas à nossa saúde em relação a cada tipo.

Fluoretadas – Boas para a saúde dos dentes e ossos. São a maioria das águas brasileiras à venda nos supermercados, mas a legislação brasileira é falha na classificação da concentração de flúor. Basta a água ter 0,1 mg/l, para ser classificada como Fluoretada. O correto, no entender da Associação Brasileira das Indústrias de Água Mineral, seria 0,6 mg/l à 0,8 mg/l, para trazer reais benefícios à saúde.

Radioativas – Podem ajudar a dissolver cálculos renais e biliares e ainda facilitar a digestão.

Carbogasosas (naturalmente gasosas) – Diuréticas e digestivas, são ideais para acompanhar as refeições, abrem o apetite e são indicadas para combater a hipertensão arterial.

Bicarbonatadas Sódicas – No combate de doenças estomacais, como gastrites e úlceras gastroduodenais, hepatite e diabetes.

Alcalino-Terrosas – (podem ser cálcicas ou magnezianas) Indicadas como digestivo natural

Oligominerais – Para higienização da pele, diurese, intoxicações hepáticas, ácido úrico elevado, inflamações das vias urinárias.

(FONTE: ABINAM – Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s